Bronquiolite: saiba como proteger seu filho desta doença típica do inverno

Publicado em 03 de Agosto, 2017      |      Visto 538 vezes

O problema de saúde pode surgir em qualquer indivíduo, contudo é mais comum na infância
 
Do mês de junho até o mês de setembro, os brasileiros passam por um período de intenso frio. Devido ao inverno, esta época do ano tem temperaturas mais baixas, o que influencia as pessoas a viverem em ambientes mais fechados.

Por este motivo, é durante esses meses que se intensifica os casos de doenças respiratórias causadas por vírus. A bronquiolite é um exemplo desses problemas e nada mais é do que uma inflamação das vias aéreas menores.

De acordo com o médico Edgard da Veiga Lion Neto, este problema de saúde pode surgir em qualquer indivíduo, independentemente da idade. Contudo, bronquiolite aparece, principalmente, em crianças com até dois anos de idade, causando secreção nasal e dificultando a respiração de lactentes, podendo vir acompanhada de febre ou não. Por ser um problema preocupante, o especialista recomenda que pais tomem algumas medidas para prevenir a contaminação desta doença nos filhos.

5 dicas simples para afastar a bronquiolite

1. Manter a higienização
Uma dica importante apontada pelo médico é sempre cobrir nariz e boca das crianças quando elas tossem ou espirram. Desta forma, é possível prevenir que ocorra o contágio por vírus em pessoas que estejam próximas aos doentes. Além disso, se faz necessário manter as mãos sempre limpas e higienizadas, principalmente se elas tocarem nariz e boca.

2. Escolher lenços descartáveis
Ainda que os lenços descartáveis sejam mais práticos, há quem prefira utilizar os de tecido. Esta troca não é aconselhável, uma vez que os descartáveis são mais higiênicos e diminuem as chances do vírus se propagar e contaminar pessoas saudáveis.

3. Limpar brinquedos e outros utensílios
Após usar qualquer utensílio doméstico ou brinquedo é indicado fazer a limpeza correta, eliminando a possibilidade de propagação dos vírus. Neste sentido, é recomendado lavar com água e detergente e, posteriormente, desinfetar os objetos com água sanitária e água corrente.

4. Limpeza e hidratação do bebê
Outras formas de cuidar da saúde da criança é mantendo higienizado e hidratado o nariz do bebê, oferecendo desta maneira um bom funcionamento da respiração. Com esta prática, os pais conseguem livrar o pequeno de infecções oportunistas, permitindo que as defesas sejam mais eficientes.

5. Procurar ajuda médica
A última recomendação de Edgard é com relação a busca por auxílio médico quando há o início dos sintomas. Isto porque, se não tratada corretamente, a bronquiolite pode debilitar muito os pacientes, levando as crianças a apresentarem cianose de extremidade (pele arroxeada por falta de oxigenação), respiração ruidosa e rápida, tosse seca, falta de apetite, pequenas pausas durante a respiração, vômitos após a alimentação e estado irritativo. Além destes sintomas, os pacientes de casos graves podem sofrer de desidratação, insuficiência respiratória grave e fadiga. O surgimento de pneumonia bacteriana pode ocorrer, mesmo que em casos raros.

Fonte: Remedio Caseiro

© Copyright 2017 Revista Guia - Todos os Direitos Reservados